Como escolher o pediatra

Papai é Pop
7 de dezembro de 2015
Mostrar tudo

Como escolher o pediatra

Os primeiros anos de vida são cruciais para o crescimento e desenvolvimento da criança, por isso é tão importante a escolha do pediatra. Confira algumas dicas e acerte no profissional:

Quando começar a procurar
Converse com parentes e amigos que já são pais. Caso tenha um médico da família, mesmo que seja de outra área peça uma sugestão. Quando tiver os nomes em mãos, use a internet, principalmente o site do Conselho Regional de Medicina para buscar maiores informações. O aconselhado é que a escolha final aconteça até o segundo trimestre da gravidez. Pode parecer exagero, mas pense que desta forma o médico poderá acompanhar seu bebê desde os primeiros instantes de vida e você não vai precisar se preocupar com mais isso quando voltar da maternidade.

Observe tudo
Faça uma visita e verifique as condições da clínica; converse com outros pacientes que estão na sala de espera; pergunte o que eles acham do médico; se ele atrasa; leve em consideração a simpatia dos funcionários; e observe a higiene do local e do médico. A empatia com o especialista que irá acompanhar o desenvolvimento do seu filho por anos é fundamental, assim como o conhecimento que ele tem sobre o assunto.

Consultório perto de casa
É importante levar em consideração a distância entre o consultório e a sua casa. Essa opção trará segurança quando o bebê tiver febre, por exemplo, e você precisar levá-lo ao consultório com urgência. Pense também no futuro, em como vai ser quando seu filho estiver na creche e tiver que levá-lo ao pediatra.

Disponibilidade
Antes de tomar a decisão final: leve em consideração a disponibilidade do médico; os locais em que atende; se ele passa o e-mail e telefones de contato – inclusive o celular; e a linha de especialização que segue (Alopatia ou Homeopatia).

Primeira Consulta
Na primeira análise, o pediatra deverá fazer diversas perguntas aos pais – a chamada anamnese -, focando principalmente na alimentação, imunização e desenvolvimento. Na oportunidade você deve aproveitar para tirar todas as suas dúvidas. Depois de conversar, o médico realizará um exame físico, no qual medirá o peso, a estatura e o perímetro da cabeça do bebê, além de analisar o desenvolvimento neuropsicomotor da criança.

Tempo das consultas
A família não pode sair com dúvida ou se sentir pressionada com a pressa do profissional, mas, normalmente, para examinar atentamente o especialista reserva, em média, uma hora por criança. No caso de retorno ou emergência são 30 minutos.

Valor da consulta
O valor varia muito, porém em média, fica em torno de R$ 200,00 e alguns convênios reembolsam parte da consulta. É importante ficar atento com os retornos, na maioria das vezes eles são válidos por 30 dias e depois disso uma nova consulta precisa ser paga.

Periodicidade de visitas
O bebê deve ir ao pediatra pela primeira vez no máximo 15 dias depois do parto. A segunda consulta pode ser agendada para o final do primeiro mês e, até o sexto, ela será mensal. Depois disso, o acompanhamento passa a ser trimestral até a criança completar dois anos. De 2 a 4 anos, os encontros são semestrais e, por fim, anuais.

Mariana Woj
Mariana Woj
Sou jornalista por profissão, editora da Revista Babies, casada com o Leandro e apaixonada pelo coração cheio da amor que adquiri desde que me tornei mãe do Ben,

1 Comentário

  1. Medicina e patologias são coisas muito complexas, a anos trabalho na área
    e sempre penso que é fantástico o corpo humano. Gostei muito do assunto
    e busco muitas informações na internet sobre patologias de diversas áreas
    embora eu seja especializado em pediatria.Parabéns pelo site, um abraço 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *