Crianças e jovens recebem bolsa para aprender música em Joinville

Vaga obrigatória para carro de mamãe e gestante
22 de fevereiro de 2019
Aniversário de Joinville é celebrado com programação especial no Garten Shopping
4 de março de 2019
Mostrar tudo

Crianças e jovens recebem bolsa para aprender música em Joinville

Aprender a tocar um instrumento musical não vai ser apenas um sonho para 46 estudantes das redes pública de ensino e particular da região de Joinville. É que nesta segunda-feira (25/02) o Instituto Core de Música divulgou a lista dos aprovados para ingressar na instituição. Com a aprovação, crianças e jovens com idades entre 4 e 14 anos que não teriam condições financeiras para custear esses gastos terão acesso ao estudo musical de alto nível. A seletiva contou com a participação de 154 estudantes. As aulas iniciam no dia 11 de março.

Com o ingresso dos novos alunos, o Instituto Core de Música vai atender 165 crianças, todos bolsistas, sendo cerca de 50% das vagas concedidas integralmente para estudantes da rede pública de ensino e de baixa renda, com interesse e potencial para desenvolver carreira profissional como músicos de alta performance. “Dentre os alunos selecionados, 80% não sabe tocar nenhum instrumento. Ao fazer parte do quadro de alunos esses jovens terão a possibilidade de se tornarem musicistas de alto desempenho para integrar orquestras infanto-juvenil, jovem e filarmônica profissional”, destaca o diretor artístico do Instituto, Sérgio Ogawa. “Além de formação musical, o objetivo deste projeto é que os jovens se tornem excelentes cidadãos, grandes líderes de referência na sociedade e que contribuam para a transformação sociocultural do país”, complementa.

Na seletiva, os estudantes puderam conhecer e experimentar todos os instrumentos que compõem uma orquestra e participaram de testes rítmicos e melódicos. Os jovens com idades entre 7 e 14 anos que foram selecionados vão aprender a executar violino, viola, contrabaixo, trompete, trompa, percussão, flauta doce e transversal. Já, as crianças de 4 a 6 anos vão participar das aulas de musicalização infantil. “Assim como as aulas de música, todos participam de aulas de liderança como forma de valorizar o ser humano, desenvolvendo valores, disciplina, autoestima, respeito e o trabalho em equipe”, diz Ogawa.

A contrapartida para as bolsas de estudos é atestado de frequência e bons resultados no ensino regular, assim como frequência e rendimento no Instituto. O desenvolvimento desses jovens talentos é guiado para a formação de três orquestras de excelência. A infanto-juvenil que será formada já no ano de 2020. A Jovem em 2025 e a Filarmônica Profissional no ano de 2030. Isso porque o plano de formação dos alunos tem duração de nove anos. Todos os musicistas serão preparados para aprimorar suas técnicas em universidades de referência no exterior, aproveitando a vivência internacional com musicistas inspiradores e retornando ao Brasil para compor a orquestra profissional e o corpo docente do Instituto, dando continuidade ao ciclo de formação de jovens talentos.

Jovens de Itapoá fazem parte da lista de aprovados

Pela primeira vez a seletiva para bolsas de estudo e ingresso no Instituto Core de Música

Aluna aprovada para cursar violino Lara Liebe Seiboth Portela, de Itapoá, ao lado do diretor artístico do Instituto Core de Música, Sérgio Ogawa.

foi aberto para outras cidades além de Joinville. Neste ano, sete jovens de Itapoá fazem parte dos estudantes que terão a possibilidade de estudar música e desenvolver a coordenação motora, ampliar o raciocínio, reforçar o sentimento e a convivência em grupo, benefícios adquiridos por quem toca um instrumento musical. 

“Ao ampliarmos as vagas de bolsistas para crianças e jovens além dos limites de Joinville, auxiliamos no desenvolvimento cultural e artístico de toda a região. São esses jovens que vão voltar para suas casas e escolas e falar de música e de arte. São eles que vão formar plateia junto com seus familiares e amigos e serão importantes meios de fazer a transformação sociocultural que nosso país tanto precisa”, ressalta o diretor artístico Sérgio Ogawa.

Confira a lista dos aprovados no facebook.com/icoremusica

Mariana Woj
Mariana Woj
Sou jornalista por profissão, editora da Revista Babies, casada com o Leandro e apaixonada pelo coração cheio da amor que adquiri desde que me tornei mãe do Ben,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *