Fisioterapia respiratória ajuda seu filho a respirar melhor

2a Edição Escola de Pais
20 de junho de 2017
Decoração minimalista
19 de julho de 2017
Mostrar tudo

Fisioterapia respiratória ajuda seu filho a respirar melhor

Principalmente nesta época do ano é muito comum a formação de secreção que aparece com as doenças respiratórias nas crianças. Em muitos casos, apenas a limpeza com soro fisiológico e inalação já resolvem. Mas há quadros em que o acúmulo acaba obstruindo as vias aéreas e, consequentemente, dificultando a respiração dos pequenos. Para esses casos, a fisioterapia respiratória pode ser uma grande aliada. Nunca ouviu falar sobre ela? Então você não pode deixar de ler a entrevista que fizemos com a fisioterapeuta com especialização em Neuropediatria e Cardiorrespiratória, Kimiko Suzuki. Confira e sabia tudo sobre esse segmento milagroso da fisioterapia.

Revista Babies: Muitos pais ainda não ouviram falar em Fisioterapia Respiratória. Em que ela consiste?

Kimiko Suzuki: Ela consiste basicamente na prevenção e na reabilitação do aparelho respiratório do corpo humano através da promoção ou melhora das funções cárdiopulmonares utilizando manobras e técnicas de reabilitação pulmonar. Mediante essas técnicas favorecemos a capacidade ventilatória para: melhorar a entrada e saída de ar nos pulmões (melhorando as trocas gasosas necessárias) e eliminar secreções que se acumulam nas vias aéreas; evitando complicações das infecções e, consequentemente, até a diminuição da quantidade de medicações e internações.

Revista Babies: Para que ela é indicada?

Kimiko Suzuki: A fisioterapia respiratória possui diversas indicações, dentre elas: a de mobilizar e eliminar as secreções pulmonares; melhorar a ventilação pulmonar; melhorar a oxigenação e trocas gasosas; promover a reexpansão pulmonar; diminuir o trabalho respiratório; diminuir o consumo de oxigênio; aumentar a mobilidade torácica; aumentar a força muscular respiratória; reeducar a musculatura respiratória e possibilitar uma reabilitação melhor na recuperação de eventuais infecções.

Revista Babies: A partir que idade pode-se fazer?

Kimiko Suzuki: A fisioterapia respiratória pode ser realizada em bebês a partir do nascimento que apresentem algum tipo de complicação, infecção ou doença respiratória, seja em caráter agudo ou crônico.

Revista Babies: Em quanto tempo após as manobras começa a se perceber melhora na respiração?

Kimiko Suzuki: No momento em que a profissional de fisioterapia emprega uma das técnicas mencionadas já há uma melhora na respiração. E claro, pode-se observar uma evolução na qualidade do sono e da alimentação da criança.

Revista Babies: Os pais podem aprender algumas técnicas de fisioterapia respiratória?

Kimiko Suzuki: As manobras em si somente a fisioterapeuta realiza, pois a sessão conta desde a ausculta pulmonar, técnicas e a reavaliação pulmonar. Contudo, os pais têm papel importante no auxílio ao tratamento, como por exemplo, o de realizar uma higiene nasal dos bebês como a fisioterapeuta orienta, e o de ministrar inalações e medicações corretamente conforme prescrição do médico.

Revista Babies: Quais as principais técnicas de fisioterapia respiratória?

Kimiko Suzuki: As principais técnicas são manobras de reexpansão pulmonar, drenagem postural, técnicas de auxilio a tosse, manobras de higiene brônquica (nasal), técnicas de reeducação respiratória, higiene nasal e aspiração de secreções nasotraqueais quando necessário.

Revista Babies: Quem deve realizá-la?

Kimiko Suzuki: As técnicas e manobras que discorremos anteriormente devem ser realizadas por profissional de fisioterapia devidamente capacitado nessa área da fisioterapia respiratória.

Revista Babies: Quais doenças podem ter indicação para realização de fisioterapia?

Kimiko Suzuki: A fisioterapia respiratória é indicada quando as crianças ou bebês apresentam bronquiolite, bronquite, asma, atelectasias, fibrose cística, pneumonias, doenças neuromusculares, paralisia cerebral, displasia pulmonar, sempre necessitando de avaliação por um médico.

Revista Babies: E quais os estágios dessas doenças que a fisioterapia pode atuar?

Kimiko Suzuki: A prevenção e o tratamento das doenças respiratórias podem e devem ocorrer desde o ambiente domiciliar, o ambiente ambulatorial e, claro, até o ambiente hospitalar abrangendo inclusive as Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s).

Revista Babies: Para os pais de crianças que necessitam da fisioterapia respiratória, onde eles podem levar seus filhos?

Kimiko Suzuki: Bom, recomendamos primeiramente buscar o médico pediatra da criança quando essa apresentar sintomas de doença ou infecção do trato respiratório. O profissional médico prescreverá ou não o acompanhamento de fisioterapia respiratória. Algumas clínicas médicas já agregam em sua estrutura o atendimento da fisioterapia respiratória. Os hospitais contam com fisioterapeutas para o atendimento daquelas crianças que precisam de um atendimento emergencial ou que necessitem ficar internadas. E há também, algumas profissionais, especializadas em fisioterapia respiratória, que prestam o atendimento domiciliar para um maior conforto da família e da criança.

 

Contato

Kimiko Meireles Suzuki – Crefito: 119429-F

Fisioterapeuta Pós-graduada em Neuropediatria e Cardiorrespiratória, com cursos em Reequilíbrio Tóraco-Abdominal (RTA) e Tratamento Neuroevolutivo (Conceito Bobath)

Atendimento em Domicilio

Para agendar: (47) 99730-0793

Mariana Woj
Mariana Woj
Sou jornalista por profissão, editora da Revista Babies, casada com o Leandro e apaixonada pelo coração cheio da amor que adquiri desde que me tornei mãe do Ben,

1 Comentário

  1. Rachel Eugenio disse:

    Parabéns! Ótimo trabalho da Kimiko.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *