Mães se reúnem, dia 10/8, para Mamaço em Rio Negrinho

Mês do Aleitamento Materno: almofadas facilitam rotina da mãe
1 de agosto de 2018
Patrulha Canina promete muita diversão no Garten Shopping
2 de agosto de 2018
Mostrar tudo

Mães se reúnem, dia 10/8, para Mamaço em Rio Negrinho

As profissionais da Maternidade da Fundação Hospitalar de Rio Negrinho, com o apoio da equipe do Banco de Leite e das Amigas da Amamentação, promovem mais um Mamaço na sede do hospital neste mês. A ação acontece no dia 10 de agosto e tem o objetivo de promover a conscientização sobre a importância da amamentação, inserindo a comunidade neste contexto. “Lembramos que estamos agora no Agosto Dourado, que é o Mês Mundial do Aleitamento Materno. E por isso aproveitamos para fazer esta campanha, enfatizando que o aleitamento materno  é a forma mais eficaz de reduzir a mortalidade e morbidade infantil”, explicou a enfermeira Eni Packer, uma das idealizadoras do Mamaço.

Hospital Amigo da Criança

O evento acontece agora em sua terceira edição e conforme ela destacou, a ideia surgiu a exemplo de outros municípios. “Como nosso hospital tem o título de Hospital Amigo da Criança, justamente pelo incentivo ao aleitamento materno, sugeri a realização desta iniciativa”.

Para a enfermeira é necessário tornar de conhecimento de todos que uma mãe tem o direito de amamentar seu filho seja na rua, no restaurante ou em qualquer outro lugar. “Uma mãe e seu filho tem que ser respeitados pois amamentar não é atentado ao pudor como muitos falam e como muitas pessoas desinformadas podem pensar. Tem lei que protege; é a número 16407/2015, que trata do direito ao aleitamento materno e quem impedir uma mulher de amamentar seu filho em espaço público pode até ter que pagar uma multa”, informou.

“A mulher tem direito a amamentar em local público, garantido por lei. E o Mamaço é ainda uma forma de protesto”. Eni também levantou a questão de que no Brasil a licença maternidade é em média de 4 meses, o que segundo o Ministério da Saúde, torna a amamentação prejudicada. “Então o Mamaço é ainda uma forma de protesto, indicando que a licença deveria ser de seis meses”.

Mães da cidade e região podem participar, independente da idade das crianças que estão amamentando

De acordo com Eni neste ano a organização do evento pretende reunir o  maior número possível de bebês mamando ao mesmo tempo. “Por isso vale salientar que estão convidadas todas as mães da cidade e região que estejam amamentando seus filhos, independente da idade da criança. E também estão convidados profissionais da área de saúde, lideranças bem como todos os interessados”.

Ela finalizou destacando que além da amamentação coletiva também haverá apresentações musicais, coquetel e uma programação diferenciada para a data especial.

Informações

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (47) 36462000

Mariana Woj
Mariana Woj
Sou jornalista por profissão, editora da Revista Babies, casada com o Leandro e apaixonada pelo coração cheio da amor que adquiri desde que me tornei mãe do Ben,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *